segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Vistos e Imigração Ilegal

Honestamente, eu pensei que não precisava explicar certas coisas, mas como eu recebo pelo menos uns dez e-mails por dia e quase todos fazendo as mesmas perguntas e afirmações sobre a não necessidade de visto para Israel eu me senti na obrigação de esclarecer algumas coisas.

A coisa mais importante que você precisa saber é:

Quando você lê em algum lugar que para determinado país não precisa de visto, significa apenas que você não precisa pedir visto com antecedência e nem pagar por ele, não significa que você não receberá um visto quando chegar ao país.

Em qualquer país do mundo, ao entrar você recebe um visto, uma permissão de entrada ou o que for e isto sempre terá um prazo determinado para acabar. Entenderam isso?

Quando você entra em Israel, se você não solicitar nenhum outro visto diferente enquanto estiver no seu país, ao chegar em Israel, o visto que você receberá será o Visto de TURISTA.

E o Visto de Turista tem duração de 3 meses, podendo ser renovado por mais 3 meses, depois disso você precisa deixar o país, caso você não vá embora após o seu visto expirar, você passa a ser considerado imigrante ilegal, simples assim!

Então se você quiser vir para Israel para ficar um ano ou dois, que parece ser o que a maioria das pessoas quer, você tem algumas opções:

Arrumar um emprego e pedir ao seu empregador que tramite junto a embaixada de Israel do seu país, o seu visto de trabalho (o que é extremamente difícil de se conseguir);

Vir para cá fazer uma faculdade, mestrado, curso de hebraico ou qualquer outra coisa e solicitar um visto de estudo junto à embaixada ou consulado de Israel;

Casar com um ou uma Israelense e pedir um visto de residência;

Ou por fim, arrumar um grande amigo (a) ou namorado (a) aqui que se disponha a se responsabilizar por você, por escrito, com isso é possível conseguir um visto de residência, quase tão simples quanto por casamento. E sim, isso é uma coisa super comum por aqui.

De resto, eu já falei exaustivamente sobre imigração por Aliah aqui e de outras formas de imigração aqui e ainda, sobre lei do retorno aqui.

E para os casais "grávidos" ou para as meninas grávidas que por acaso pensarem em ter seus filhos aqui, tenham certeza absoluta de uma coisa, por mais fofos que sejam os bebês de vocês eles não terão nacionalidade israelense, eles serão deportados juntamente com vocês.

E para terminar, duas fotos do Aeroporto Ben Gurion, que é o aeroporto internacional de Israel, afinal aeroporto é a primeira coisa que todo mundo conhece quando chega num país.







12 comentários:

  1. Gostei da ideia de "um grande amigo" da ideia de trabalhar e morar em cidades israelenses.

    ResponderExcluir
  2. Ola!!!

    Meus parabéns pelo seu senso informativo, pretendo em breve efetuar um curso de especialização (pós) em Israel (Tel Aviv) e seu Blog me auxilio tirar várias dúvidas culturais e burocráticas.

    ResponderExcluir
  3. Olá Yaheli!

    Estou no Brasil a fim de reunir meus documentos para pedir o visto de residência, que meu namorado israelense irá requisitar para mim. Israel exige que eu comprove que meus documentos (tais como certidão de nascimento, passaporte,etc) são verdadeiros aqui no Brasil. Como você já tem alguma experiência, gostaria de saber se você saberia onde posso comprová-los no Brasil (cópias autenticadas por exemplo) ou se preciso ir á algum órgão público (Polícia Federal?) para isso...desde já agradeço e parabéns pelo Blog, muito útil e informativo para quem está no processo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nicole,
      Eu não tenho exatamente essa experiêcia, eu vim para Israel porque tenho cidadania israelense e não por casamento (para mim as coisas foram bem menos burocráticas), mas até onde eu sei, oórgão que "legaliza" documentos no Brasil para que eles sejam válidos no exterior é o Itamaraty.

      Abraços

      Excluir
  4. Bom..ok..achei que mesmo com cidadania você tivesse que ter trazido alguns documentos do Brasil. Mas enfim, obrigada pela intenção, pesquisei e também achei a informação de órgãos do Itamaraty espalhados pelo Brasil. Estava preocupada se tivesse que ir para Brasilia.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Na verdade toda a nossa documentação (certidão de nascimento, casamento etc) é traduzida na Ag. Judaica e é legalizada lá mesmo, o único documento que fazemos o procedimento de legalizar no Itamaraty são os diplomas de escola e faculdade.

    Por isso que eu disse que é diferente e menos burocrático.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Papilon,

      Visto de residência em função de que?

      Depende do tipo de visto.

      Excluir
  7. parabens seu blog é muito legal!Amo Israel, e é muito bom ter essas informações através de seu blog!

    ResponderExcluir
  8. Olá, só mais uma dúvida! se eu entrei em israel como turista, e passei em uma entrevista de trabalho, posso/ou empresa requerer meu visto de trabalho estando em israel? grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a empresa pode pedir sua conversão de visto mesmo você já estando em Israel.

      Abraços

      Excluir
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...