segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Hebraico

Toda vez que alguém me pergunta algo sobre a vida em Israel, na maioria das vezes essa pergunta está relacionada com o hebraico e as duas perguntas mais frequentes são: Hebraico é difícil? e Eu preciso falar hebraico para morar em Israel?

Então vamos responder às perguntas:

Hebraico é Difícil?

O hebraico é um idioma que assusta a maioria das pessoas por causa do alfabeto. É muito comum ver gente se perguntando como vou conseguir falar isso? ou como vou ler essas letras?

Na minha opinião a coisa mais importante que precisa ser entendida é escrita e leitura são criações do ser humano e linguagem falada é um processo natural, ou seja, que faz parte da condição humana.

O que eu quero dizer com isso? o grande erro de qualquer um que comece a estudar hebraico é se preocupar com o alfabeto, o alfabeto é uma "invenção" de alguém e tem por finalidade facilitar a comunicação e a transmissão de ideias. Em hebraico existem apenas 22 letras, basta sentar e decorar, o que não vai te levar mais do que uma ou duas tardes de estudo. A leitura é chatinha no começo por não existirem vogais, mas ela vai fluir, basta treinar.

Já a linguagem falada é um processo natural que inclusive molda toda a forma de raciocínio de um povo, e como o hebraico é uma língua afro-asiática, portanto constituída de forma totalmente diferente do português e dos idiomas ocidentais de um modo geral, falar hebraico é algo que se torna muito difícil para nós que temos como primeiro idioma uma língua latina.
Nossa linguagem mental desde a infância é construída sobre uma forma de pensar  e entender latina. O que, em regra, faz com tenhamos facilidade em aprender idiomas ocidentais e dificuldade com as línguas orientais.

Então é impossível aprender hebraico? Óbvio que não! Acontece que aprender hebraico passa também por aprender não só um novo jeito de falar e escrever, mas também e principalmente por aprender a pensar de outra maneira. Sem falar que você terá que reaprender tudo, até nomes de pessoas, já que os nomes comuns aqui não são Pedro, João e Maria, mas sim Ytai, Eitan e Anat. No começo é difícil distinguir até o que é nome de homem e de mulher.

Sei que isso na teoria parece dificílimo, mas não é, basta apenas ter um pouco de dedicação a mais do que se teria se se estivesse estudando inglês ou francês, por exemplo. E quanto maior a dedicação mais rápido você irá falar, e, claro que cada um tem seu ritmo, mas eu acredito que com dois anos de estudos sérios seu hebraico já esteja num bom nível.


Eu Preciso Falar Hebraico para Morar em Israel?

Bem, precisar não precisa, mas você jamais conseguirá ter uma vida plena aqui sem falar hebraico. É preciso lembrar que hebraico é o principal idioma de Israel, e o mais importante, é necessário entender que a vida aqui acontece toda em hebraico, se você não falar vai perder uma parte importante de tudo, vai estar sempre meio excluído dos acontecimentos.

Israel é um país cheio de feriados. Feriados em Israel não são como no Brasil, eles começam na noite anterior e duram todo o dia seguinte e às vezes mais de um dia, então você vai precisar saber qual o horário do último ônibus ou do primeiro pós-feriado ou ainda o que ficará aberto na véspera do feriado e até que horas. Como você vai fazer isso sem falar hebraico? Lembrando que ônibus e trens em Israel tem uma programação de horário e são sempre muito pontuais, mas para você descobrir que horas vai passar seu é preciso ler, já que as empresas costumam fornecer os quadro de horários por escrito e online.

Outra coisa importante está relacionada aos serviços de atendimento ao consumidor, muita coisa aqui só se faz por telefone e nem sempre há atendimento em Inglês, muitas vezes as empresas retornam sua ligação em até 24 horas com alguém que fale inglês, mas isso não é uma regra e muitas vezes você não pode esperar tanto tempo. Há muita coisa que se resolve também por internet, mas aí quase 100% das vezes será apenas em hebraico ou árabe o que não ajuda muito, certo?

Sem falar em uma série de promoções e descontos que são extremamente comuns em Israel em todos os tipos de lojas e prestadores de serviço, mas se não souber hebraico não vai tomar conhecimento de nada disso, além é claro da importância de se assistir ao noticiário de Israel que é algo que ajuda qualquer pessoas a se integrar e a entender o país, além de estar informado do que está acontecendo ou pode acontecer.

Sem falar hebraico, muito dificilmente você terá uma vida plena em Israel.

E para quem vive perguntando sobre de que forma eu estudei hebraico, eu falo sobre isso no post:
Como Eu Aprendi Hebraico? (Dicas)

24 comentários:

  1. Olá, realmente seu blog é muito bom e tem me ajudado bastante.
    Agradeço pela sua iniciativa.
    Vou lhe mandar um email.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, descobri seu blog hj e fiquei encantada. Mto, mto bom!!!!! Já li todinho, excelente leitura!!!! Adoro ler sobre culturas diferentes da minha e por isso estou tão encantada. Mas, gostaria de dar uma sugestão: Estou sentindo falta de mais fotos, se pudesse colocar mais seria ótimo!!!! Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Tem razão, também acho que tem poucas fotos e vídeos.
      Estou pensando em fazer uma seção específica para isso, vamos ver.
      Mas com certeza a partir do mês que vem terá mais fotos e vídeos de Israel.
      beijo e que bom que gostou.:)

      Excluir
  3. OI!
    Nossa,muito bom seu blog...Esclareceu muitas coisas.
    Eu queria saber o seguinte...
    Tenho um filho de 9 anos que não fala inglês,você acha que a escola se recusaria a aceita-lo?Porque seria dificilimo para ele se comunicar...
    Aguardo uma resposta
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Yaheli, meus parabens. Apliquei para o Aliyah aqui pela Alemanha e eles nao facilitaram minha vida, por isso ainda nao sei se dara certo. Sou neta de judeus. Todos que apliacaram pelo Brasil me disseram que nao tiveram burocracia, eu estou tendo. Estava buscando experiencias de brasileiros que vivem ai e seu blog me fez ficar mais feliz com a minha decisao de mudanca!
    Continue postando, continuarei lendo!

    Sucesso! Suzy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzy, obrigada e que bom que está gostando do blog.
      De fato alguns países são mais burocráticos que outros na tramitação do Aliah, mas se você comprovou seu judaísmo, não tem como dar errado, pode até demorar mais um pouquinho, mas aprovar eles vão.

      Israel é sim um país de grandes oportunidades e se você já tem uma experiência de viver no exterior fica tudo muito mais simples na sua adaptação.

      E qualquer coisa que eu possa ajudar me escreva.
      Um grande beijo e boa sorte!

      Excluir
  5. Nossa otimo seu blog, vou me casar com uma oficial do exercito de israel e busco todo tipo de informação. está de parabéns!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Silvana,
    Que bom que gostou do blog, hoje mais tarde devo colocar post novo, volte para ler! ;)

    Boa sorte no casamento e espero que goste de Israel. E se tiver qualquer dúvida ou curiosidade deixa sua perguntinha aqui no blog, tá?
    beijo

    ResponderExcluir
  7. Eu estou pensando em estudar hebraico,mas por "esporte." Gosto do país e tenho vontade de saber e estender mais de Israel. Sempre fui apaixonado por idiomas, por linguística. Acho que seria interessante aprender este idioma que aparenta ser difícil,mas como você mesma falou, não é impossível de se aprender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aprender hebraico sem morar em Israel é um caminho longo e árduo, mas de fato não é impossível, apenas será um processo mais lento do que naturalmente já seria.

      Te dou todo meu apoio. Com o tempo de estudo você verá que é um idioma muito lógico.

      Aliás ano que vem vou tentar postar algumas dicas para quem está estudando, não vou ensinar, apenas dar algumas sugestões de estudo, de vídeos e talvez algumas músicas.

      É incrível, mas tem muito mais gente no Brasil interessada em aprender hebraico do que eu imaginava, então porque não falar sobre o assunto, né? :)

      Excluir
  8. Sim, muitas pessoas gostam de Israel e sua história. Eu particularmente, gosto muito de Israel. É um país maravilhoso, única democracia no oriente médio, onde pessoas de todas as religiões, estilos de vida, podem viver bem. Desenvolveu uma economia voltada para tecnologia. É um país interessantíssimo! Não é à toa que tem tanto brasileiro querendo aprender hebraico.

    desculpa ser chato, só uma dúvida( pergunta óbvia,mas só para confirmar). Você é tradutora de hebraico aí, né? o mercado de trabalho para tradução em Israel é bom?

    Obrigado! beijos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou tradutora de hebraico também, mas não apenas.
      Eu também traduzo, português, inglês e espanhol e a maior parte do que eu traduzo é na área de economia.

      O mercado de tradução de Israel talvez ainda seja um dos mais lucrativos do mundo, mas de fato o mercado de tradução já não é tão bom como era há uns anos atrás.

      O mercado é muito prostituído e embora os programas de tradução eletrônica ainda sejam muito ruins eles também roubaram uma parcela considerável do mercado.

      A verdade é que tradutor é um profissional que em mais alguns anos vai deixar de existir. Os tradutores que vão durar ainda um pouco mais são os de áreas específicas como economia, direito e medicina.

      É só uma opinião de quem está nesse mercado há uns 10 anos. :)

      Excluir
    2. Ah! você não é chato, não! Pode perguntar o que quiser e quando quiser.

      bjs.

      Excluir
  9. Shalom! sou estudante de Hebraico, mim add marconesodipe@hotmail.com
    brasil.
    LEHITROTS!
    GOSTARIA DESABER MAIS SOBRE ISRAEL EU AMO ESSE PAÍS E PRETENDO IR PARA MORAR
    TODÁ RABÁ
    SEU BLOG É NOTA MILLLLLLLLLL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Pelo e-mail hotmail, acho que você quer que eu te add no msn, né? Só que eu não uso MSN, então me add no facebook

      http://www.facebook.com/yaheliberlinski

      Abraços

      Excluir
  10. Adivinha quem é ? ;)

    Yaheli, eu tenho um filho de 6 anos , nós indo para Israel como ficaria a educação, a adaptação dele aí em Israel ? Ele teria uma escola especifica para imigrantes onde dariam uma maior sustentação a adaptação ou, existe um limite para entrar no colegio convencional ? Como ocorre geralmente esta adaptação para as crianças?

    E, sobre a adaptação minha e da minha esposa, existe algum curso para aprender após os 6 meses dados pelo governo? E, o custo destes cursos, se existirem, é muito alto ?

    Abraço,...

    ResponderExcluir
  11. Oi Tulio,

    Eu já escrevi sobre isso, mas não lembro onde. rsrs. Então vou responder.

    Crianças têm uma facilidade assombrosa para idiomas e crianças com menos de 10 anos não têm qualquer problema em adquirir naturalmente um segundo idioma. Em 3 meses seu filho virará seu tradutor oficial não se preocupe.

    Mas, respondendo a sua pergunta, as escolas são normais e ele não terá qualquer problema se por um acaso tiver todas as escolas tem aula de reforço em hebraico, mas crianças com menos de 10 não costumam precisar (e crianças de 10 a 13 quando precisam é um ou dois meses), então quanto a isso não se preocupe.
    Se quiser pesquise na internet sobre crianças bilíngues.

    E para você e sua mulher, depois do ulpan Alef, existem ulpan Bet que em algumas cidades se consegue de graça, mas nem sempre, depende da política do momento.

    Existem cursos pagos. O próprio ulpan bet fica na faixa de uns 2.500 shekels o curso todo. Agora existem cursos privados que aí são bem mais caros, variando de 4.000 a 12.000 shekels (valor completo para o nível bet que pode levar de 6 meses a 1 ano).

    ResponderExcluir
  12. Oi Yaheli.

    Tomara que ele venha ser logo o nosso tradutor oficial,...rs


    Yaheli, ainda fiquei com uma dúvida, sobre estas aulas para o meu filho, como seria oferecida, em que lingua seria dada e ele? Porque, acredito que a professora tenha que falar em portugues para ele entender o que ela quer ensinar, certo? Ou, existe alguma tecnica onde o professor e aluno não precisam falar a mesma lingua?

    E, sobre este curso em Ulpan Bet, voce acredita que no final deste curso vamos poder falar bem o hebraico e, quantas horas por semana e qual é a duração ?

    Vão começar as perguntas ! rs

    Abraço e, mais uma vez obrigado pelo carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não confia mesmo na capacidade de aprendizado das crianças,né? Acredite em mim, ele vai entender.

      Claro, a primeira semana vai ser ruim, mas depois ele pega o jeito. Ele não vai sofrer, nem ser maltratado, é um processo de aprendizado e é super rápido, ele não vai nem perceber.

      As aulas são 100% em hebraico, desde o primeiro dia.

      Esquece alguém falando português em Israel, nem para dar aulas, nem par nenhuma outra coisa, isso por aqui é raridade, mas ou menos como encontrar alguém que fale polonês no Brasil.

      Você fez curso de inglês? As aulas não eram todas em inglês desde o início? E bem ou mal a professora se fazia entender, certo? Bem, se você não fez pergunte a alguém que tenha feito. E com crianças esse processo é infinitamente mais fácil.

      Ulpan não garante aprendizado de nada, o que garante é dedicação. Eu não fiz ulpan bet, fiz apenas o Alef (estudei sozinha a maior parte do meu tempo) e tenho muito mais hebraico que muita gente que fez e que está aqui há 10 ou 20 anos. Não se iluda com cursos, o segredo é dedicação, vontade de aprender e não odiar o hebraico (porque esse é o maior de todos os erros).

      Se você tem que trabalhar, quase com certeza não irá conseguir horário para estudar num curso desses.

      Abraços

      Excluir
  13. Meu sonho é aprender Hebraico . Eu acho lindo esse Idioma e sem d´´´´uvida vou procurar alcança-lo. O blog é ótimo.

    ResponderExcluir
  14. Oi Yaheli

    Estou conhecendo agora seu blog e estou adorando. Eu sempre tive vontade de aprender um idioma oriental e devido a tanto o meu padrasto que é judeu falar de Israel e meu interesse em história e arte acho que seria muito interessante aprender o hebraico. Que cursos você indicaria no Brasil e em Israel?

    Rafaela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafaela,

      Não sei porque seu comentário está sem resposta. Não sei se eu te respondi em outro lugar ou se passou batido mesmo.

      Mas em todo caso, responderei agora:

      No Brasil não conheço nenhum curso de hebraico aproveitável e para falar verdade acho muito difícil aprender hebraico estando fora de Israel.

      Em Israel eu recomendo os ulpans. Ulpans são cursos de hebraico fornecidos pelo governo de Israel. Tem ulpan na maioria das cidades, basta escolher a cidade e procurar um para se matricular. Eu recomendaria Jerusalém ou Tel Aviv, por ter mais variedade.

      Existem ulpans particulares, mas são infinitamente mais caros e não valem por tudo que cobram. Um ulpan do governo para você que é estrangeira deve ficar na faixa de uns 4.000 shekels o curso todo no nível Alef, que é o primeiro, e dura 500 horas, aproximadamente 6 meses.

      4000 shekels hoje, está dando algo em torno de R$2.800,00

      Abração.

      Excluir
  15. Boa tarde ,Yaheli Berlinski !
    Depois de tantas pesquisas em sites sobre Israel, encontrei o seu que, pela simplicidade de expressão e informação, me cativou. Adicionei-me para receber suas mensagens e pretendo também no face.Estive em novembro no Egito e Israel e não consigo esquecer. Pretendo retornar em 2015. Tempo para estudar mais sobre Israel e na certeza de que seu site , também, acrescentará novos conhecimentos. Grata pela oportunidade . Abraços Vera Kadletz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vera tudo bem?

      Fico feliz que tenha gostado do blog e espero que ele lhe seja muito útil. O blog só não sofrerá mais atualizações porque eu parei de escrever agora no meio de fevereiro, mas de qualquer forma tem um conteúdo muito grande aqui a respeito de Israel e tudo continuará no ar.

      Abraços e obrigada.

      Excluir
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...