quarta-feira, 18 de julho de 2012

Israel é o Lugar Certo para Mim?

Embora a maioria das pessoas que venham para Israel o façam por Aliah e portanto, porque possuem algum vínculo com o judaísmo, na realidade a grande motivação dessa imigração é o desejo de viver fora do Brasil, sejam sinceros consigo mesmos, muito pouca gente vem para Israel motivado por religião.

Mas seja como for, agora que você já clareou as idéias sobre viver no exterior e reviu seus conceitos sobre Israel (se ainda não reviu por favor leia os textos anteriores), chegou a hora de se fazer a última e talvez mais importante pergunta antes de optar pela imigração de fato: Israel é o lugar certo para mim?

Claro que você é a única pessoa que poderá fazer essa avaliação, mas a melhor forma de fazer isso é tentando entender o país e o povo israelense pela ótica de Israel e não mais pela ótica do Brasil.

Na prática Israel tem duas coisas que assustam muito a maioria das pessoas, o idioma (hebraico) e o povo israelense.

Sendo assim, a primeira coisa que você precisa levar em consideração é a sua capacidade de adaptação, já que embora Israel seja o país mais ocidentalizado do Oriente Médio, sendo possível perceber, até certo ponto, algumas semelhanças com o Brasil, a formação do povo é outra.

Israel é um país mediterrâneo com forte influência do leste europeu, portanto o povo Israelense também tem o sangue quente, assim como os latinos, só que por terem um jeito de se comportar diferente do que se vê em países latinos é comum se dizer que o israelense é mal-educado.

Os israelenses não são mal-educados, eles simplesmente têm um jeito próprio de se tratar. O que à primeira vista pode parecer grosseria na verdade é apenas mais uma característica, afinal eles são assim com todos, falam alto, dizem o que pensam, gritam por tudo, têm uma dificuldade enorme de esperar, furam fila, enfim, como se também não existisse esse tipo de coisa em outros países.

Mas uma coisa é certa, por Israel ser um país constituído basicamente por imigrantes, que aliás chegam até hoje de todas as partes do mundo, não há em Israel preconceito por você ter nascido nesse ou naquele país, podem até existir outros tipos de preconceito, mas quanto à nacionalidade, de fato não há.

Inclusive porque, muito poucos são os israelenses nativos, cujos os pais tenham também nascido em Israel e se for analisar os avós então, esse número cai ainda mais. Sendo assim é fácil perceber que a migração e a mistura de culturas e línguas está no sangue dessa nação tão jovem e tão peculiar chamada Israel.


Agora, se por um super ultra acaso da vida, a sua motivação for religiosa, realmente Israel deve ser o lugar certo para você, saiba apenas que o judaísmo praticado aqui não tem a mesma "pompa" do Brasil, ele é praticado de maneira mais, digamos, popular, já que aqui o judaísmo atinge pessoas de todas as classes e origens. Quanto ao resto, simplesmente leia o texto novamente.


E com relação ao hebraico não tem muito o que dizer, é o principal idioma de Israel e quer queira quer não você vai ter que aprender, se quiser ter uma vida pelo menos razoável por aqui.

Ah! mas eu falo inglês. 
Ótimo para se virar no começo, em algumas cidades, mas não vai bastar.

Resumidamente, o hebraico é sim uma língua diferente, inclusive no jeito de pensar, o que a torna difícil para nós, mas não é impossível de se aprender, basta ter determinação e vontade (ou paciência!) de estudar.

Só existem duas coisas que você precisa ter para conseguir sobreviver em qualquer país: capacidade de adaptação e desapego ao que ficou para trás. Com essas duas ferramentas você resolve todos os seus problemas.



8 comentários:

  1. muito muito esclarecedor yaheli...mas depois vc me explica essa historia de casamento direito ok rs rs

    ResponderExcluir
  2. Bem, primeiramente parabens pelo blog,voce parece ser bem observadora e detalhista. Segundo, nao sou judeu e nem ao menos admiro o judaismo. Admiro sim a historia dos judeus e a criação do estado de israel. Minha vontade e futuramente visitar esse pais tão exotico, digamos assim. Bem, como nem tudo sao flores, somente uma critica, voce dar a entender, que ir morar em israel, os imigrantes sao aceitos de braços abertos,mas o que eu leio nos jornais, e que a xenofobia chegou sim em israel, inclusive para os judeus que vem dos paises, digamos assim, menos o que oferecer em termos de educação e retorno financeiro, tendo inclusive agressões a alguns imigrantes. Logicamente isso acontece em qualquer parte do mundo,afinal israel como o mundo em geral sofre com a crise economica. Em suma gostei do blog, e continue assim falando do pais que vc ama e que tanto tem pra lhe oferecer.
    Obs: teria muito pedir pra voce falar como anda o mercado pra engenheiro civil em israel. Eu sei que existe o google, mas nada como uma nativa par falar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe nenhum tipo de preconceito contra o imigrante judeu e branco, isso é o que eu digo no blog e isso é a realidade.

      Existe sim preconceito contra negros nascidos aqui ou não, judeus ou não. Eu nunca neguei isso! claro que uma parcela enorme dos negros que entram em Israel são africanos ilegais, que cruzam a pé a fronteira com o Egito. E muitos por não conseguirem emprego acabam caindo no mundo do crime o que também faz aumentar o preconceito contra eles.

      Em regra é um preconceito velado, como é na Europa ou nos EUA, mas não é mentira dizer que negros, mesmo judeus e nascidos aqui têm empregos de menor qualificação. Mas, por acaso no Brasil é diferente?

      Agora, se você quiser falar de fatos isolados, tem até nazista em Israel, ano retrasado condenaram 4 ou 5 e diga-se de passagens eram todos imigrantes ou filhos de imigrantes russos de origem judaica. Maluco e retardado tem em qualquer lugar.

      Sobre a crise financeira, o que eu posso te dizer é que Israel é um dos países do mundo menos afetado pela crise, se não for o menos.

      E sobre o mercado de engenharia, lamento mas não é minha área e eu não sei nada a respeito do assunto.

      Abraços

      Excluir
  3. sou estremamente apaixonado por israel,
    ...meu sonho é conhecer jerusalem,sou evangelico pena que aí não tem muito evangelico( protestante)pela sua esperiençia vç acha que eu consigo viver aí,estou estudando hebraico a algum, tempo...gostei do seu blog muito bom,vç é muito realista Yaheli.

    ResponderExcluir
  4. Oi Edson,
    Tudo bem?

    Então, pela minha experiência, visto de trabalho/residência para estrangeiros sem algum tipo de vínculo com Israel é muito difícil de se conseguir, claro que impossível nada é, sempre se pode tentar, né?

    Agora, para vir como turista, conhecer Jerusalém não há qualquer tipo de burocracia, nem visto é necessário e você pode ficar em Israel por até 3 meses.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Boa noite!
    Seu blog é espetacular, está de parabéns!
    Gostaria apenas de uma gentileza sua a respeito de duas coisas, as quais ainda não tive tempo suficiente de ler integralmente o seu blog.
    Sendo: o judaísmo (ortodoxo, reformado, etc) é praticado religiosamente entre os cidadãos em todo o Israel, ou seja, é bem relevante e até mesmo interfere na vida sócio-moral e em todas as esferas da sociedade hebraica?
    E como os judeus encaram o Protestantismo atualmente seguido tanto por judeus como goyim? Bem, como, quando um judeu se torna protestante, como eles encaram?
    Obrigado,
    Att
    Eduardo de Almeida

    ResponderExcluir
  6. Bem, o judaísmo influencia profundamente o país de maneira cultural. Só é feriado em Israel nos feriados judaicos, no shabbat não tem transporte na maior parte das cidades, enfim, a cultura israelense é basicamente judaica.

    Agora, existe liberdade religiosa, mudar de religião é direito de qualquer um aqui em Israel.

    A sociedade em si, não tem nenhum tipo de problema com isso, agora se dentro da família vão achar ruim, isso é como seria em qualquer país do mundo.

    Assim como no Brasil, se alguém de uma família de evangélicos resolver se converter ao Candomblé, por exemplo, dentro da família talvez não gostem, mas o resto da sociedade não tem nenhum tipo de ingerência nisso, certo?

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pela resposta! E mais uma vez, está de parabéns pelo blog!

      Att

      Eduardo de Almeida

      Excluir
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...