terça-feira, 24 de julho de 2012

Entendendo a Realidade

Conhecer Israel em 10 dias é como ler um guia de turismo sobre a América do sul, escrito por um americano que passou no continente sul-americano não mais do que duas semanas.
Você pode até ver boas fotos e obter informações corretas, mas o fato de serem corretas não as torna úteis quando aplicadas a realidade.

Em outras palavras, passar alguns dias em Israel como turista não te dá base alguma para entender como o país funciona. Os olhos do turista são sempre bobos e deslumbrados com o desconhecido.

O primeiro passo para entender como um país funciona é parar de enxergar pela sua ótica e passar a entender as coisas pela ótica local. Não veja o que você quer ver, esqueça o que te contaram e o mais importante, aprenda a tirar suas próprias conclusões.

O primeiro degrau da decepção é a frustração de uma expectativa, sobretudo quando essa expectativa é irreal. Muito dificilmente alguém chega em Israel com a exata noção do que vai encontrar e isso se resume numa única palavra: fantasia.

As pessoas fantasiam muito a respeito de Israel, mas a verdade é uma só, claro que Israel tem suas particularidades e seu modo de vida, mas de forma alguma é um país estereotipado, nem vive em guerra, nem é ultra-religioso, nem muito menos é um deserto, muito pelo contrário, é um país com uma diversidade enorme de solo, climas e, invariavelmente, é frio a maior parte do ano.

Portanto, aprenda a domar o seu primeiro olhar e a enxergar a realidade sem tirar conclusões precipitadas baseadas num suposto conhecimento que não condiz em nada com o mundo real.

Mar da Galileia - Tibérias - Israel



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...